in

Paroles de Lamento Sertanejo par Mariene de Castro (lyrics)

Lamento Sertanejo – Mariene de Castro
🎼

Por ser de lá
Do sertão, lá do cerrado
Lá do interior do mato
Da caatinga do roçado
Eu quase não saio

Eu quase não tenho amigos
Eu quase que não consigo
Ficar na cidade sem viver contrariado
Por ser de lá

Na certa por isso mesmo
Não gosto de cama mole
Não sei comer sem torresmo
Eu quase não falo

Eu quase não sei de nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão boiada caminhando a esmo

  • Titre la chanson : Lamento Sertanejo
  • Par : Mariene de Castro
  • Hashtags populaires : #Lamento #Sertanejo

On vous invite à partager les paroles avec vos #amis sur Facebook et Twitter 🤘 !

What do you think?

98 points
Upvote Downvote

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

The Cowboy 4 Is the Rolls-Royce of E-Bikes

Le Cowboy 4 est la Rolls-Royce des vélos électriques

It's All Right

Paroles de En Tu Cara (part. Isabela Souza) par Gabriella Di Grecco